Notícia

Vereadores de Ilhéus aprovam reajuste de subsídios para legislativo e executivo sem divulgação prévia da pauta

O reajuste de subsídio para vereadores, prefeitos, vice-prefeito e secretários foram aprovados nesta quarta-feira (14), mesmo não estando na pauta previamente e amplamente divulgada com 48 horas de antecedência, como reza o regimento da Câmara, nem respeitando a recomendação do Ministério Público Estadual. Dois vereadores (Roland Lavigne e Josevaldo Machado) faltaram à sessão hoje. Dos 17 presentes, apenas quatro foram contra: Cosme Araújo, Roque do Sesp, Gurita e Dero. Assista aqui:




O PL 048/2016 visa fixar em R$ 12.825,00 o subsídio mensal a ser recebido pelos vereadores a partir de 01/01/2017, o que corresponde a um aumento de 27,98%. Hoje eles recebem R$ 10.021,00 mais o mesmo valor para manter suas assessorias.

Já o Projeto de Lei 049/2016, fixa em R$20.487,50 o subsídio mensal do prefeito, um aumento de 10%; em R$15.300,00 para o vice-prefeito, um aumento de 20%; e em R$12.825,00 para os secretários municipais, um aumento de 27,98%.

A proposta é da mesa diretora da casa, composta pelo vereador Tarcísio Santos da Paixão (Presidente), Roque Eduardo Cavalcante de Matos (Vice-Presidente), Valmir Freitas do Nascimento (1º Secretário) e Fábio Ferreira Menezes (2º Secretário).

Relembre a recomendação do MP para a não votação do reajuste:

Ministério Público recomenda à Câmara de Vereadores de Ilhéus que não seja votado reajuste para legislativo e executivo

Deixe um comentário