Notícia

Série de debates sobre indicadores de Ilhéus acontece a partir de terça (05), no quadro Improviso, Oxente!

Improviso, Oxente! Foto: Tacila Mendes

Improviso, Oxente! Foto:Tacila Mendes

É chegada a hora de discutirmos sobre “A Ilhéus que queremos”. Baseado nesse tema, o Instituto Nossa Ilhéus (INI), em parceira com o Teatro Popular de Ilhéus (TPI), realizará a próxima edição do quadro Improviso, Oxente!, a partir do dia (05), sempre às 19h. Composto por uma série de 13 encontros semanais, sempre às terças-feiras, serão discutidos, junto com a sociedade civil, os doze eixos do Programa Cidades Sustentáveis, entre eles, Governança, Bens naturais, Justiça, Sustentabilidade, Cultura e Saúde. Durante os encontros, que acontecerão na Tenda do TPI (Avenida Soares Lopes), serão mostrados os indicadores de 2012 referentes a cada setor. A ideia é fazer com que a população tome conhecimento sobre como a cidade estava há quatro anos e em quais aspectos melhorou, em quais precisa melhorar e quanto. Para compor a mesa de cada edição, serão convidados professores e representantes dos setores. Também serão realizadas intervenções artísticas durante e evento.

Gratuito e aberto ao público, o evento vai reunir pessoas de todos os setores da sociedade civil, além de representantes do poder público. O primeiro encontro terá como tema “Retrospectiva 2012 – A Ilhéus que herdamos”, com apresentação dos indicadores e do Programa Cidades Sustentáveis – que oferece aos gestores públicos uma agenda completa de sustentabilidade urbana, um conjunto de indicadores e um banco de boas práticas com casos exemplares nacionais e internacionais, a fim de sensibilizar e mobilizar as cidades brasileiras para se desenvolverem de forma econômica, social e ambientalmente sustentável.

Para a diretora-presidente do INI, Maria do Socorro Mendonça, fortalecer a cidadania e a democracia participativa, perpassa por levar conhecimento à população. “Conhecer a cidade e saber quais são as necessidades prioritárias a partir de indicadores é que nos dará a segurança de que a qualidade de vida do nosso povo está ou não melhorando”, observa. Ela lembra ainda que o Programa Cidades Sustentáveis, agora alinhado com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) municipaliza as ações para cumprimento, até 2030, das metas estabelecidas no acordo assinado pelo Brasil junto com outros 192 países na ONU. “No Improviso, Oxente!, os ilheenses terão a oportunidade de discutir quais indicadores e metas deverão ser acompanhados pelo candidato que assumirá em 2017 a gestão do município. Inclusive, o Programa de Metas é lei em nosso município desde 2008, e está no Artigo 73 da nossa Lei Orgânica.

Improviso, Oxente!O Improviso, Oxente! culmina no dia 28 de setembro, com a apresentação das metas propostas pela sociedade de forma participativa, referentes à Ilhéus que queremos em 2020 – rumo aos 500 anos da Capitania de São Jorge dos Ilhéus, que serão comemorados em 2034. Resultado da discussão de todos encontros realizados, essas metas serão entregues aos candidatos ao Legislativo e ao Executivo municipais.

 

Confira a programação completa.

05 de julho – Tema: “Retrospectiva 2012 – A Ilhéus que herdamos”.

12 de julho – Tema: “Governança”

19 de julho – Tema: “Bens Naturais Comuns”

26 de julho – Tema: “Equidade, Justiça Social e Cultura de Paz”

02 de agosto – Tema: “Gestão local para a sustentabilidade”

09 de agosto – Tema: “Cultura para a sustentabilidade”

16 de agosto – Tema: “Educação para a sustentabilidade e qualidade de vida”

23 de agosto – Tema: “Economia local dinâmica, criativa e sustentável”

06 de setembro – Tema: “Consumo responsável e opções de estilo de vida”

13 de setembro – Tema: “Melhor mobilidade, menos tráfego”

20 de setembro – Tema: “Ação local para a saúde”

27 de setembro – Tema: “Do local para o global”

28 de setembro – Tema: “Entrega oficial das metas da Ilhéus que queremos em 2020”

 

Instituto Nossa Ilhéus – Fundado em 09 de março de 2012, o INI é uma iniciativa da sociedade civil organizada, apartidária com o título de OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público.  Busca a aproximação da sociedade civil e do poder público em suas ações, tendo como eixos de atuação a Educação para Cidadania, o Monitoramento Social e o Impacto em Políticas Públicas. Atua no sentido de promover o impacto social que educa e, para isso, promove o monitoramento social, mobilizando e intervindo na realidade política e social do município. O Instituto, estando aberto a todos que desejem engajar-se em suas atividades. Localiza-se na Rua Eustáquio Bastos, nº 126, 8º andar do Edifício Kauffman, no Centro, em Ilhéus. Acompanhe também a fanpage facebook.com/InstitutoNossaIlheus.

 

 

1 Resposta

  1. Pingback : Improviso, Oxente! reúne sociedade civil e pré-candidatos em debate sobre a Ilhéus que herdamos | Nossa Ilhéus

Deixe um comentário