Notícia

Seminário discute os desafios e perspectivas da Mobilidade Urbana

Palestras do I Seminário de Geografia Urbana na UESC

Palestras do I Seminário de Geografia Urbana na UESC

No dia 5 de junho de 2014, a Diretora Presidente do Instituto Nossa Ilhéus, Maria do Socorro Mendonça realizou uma palestra no I Seminário de Geografia Urbana na Universidade Estadual de Santa Cruz. O evento foi organizado pelos alunos do Curso de Geografia em conjunto com a professora Dr. Gilsélia Lemos Moreira e contou ainda com a presença de representantes das cidades de Ilhéus e Itabuna.

Com o intuito de discutir formas de melhorar a mobilidade urbana nas cidades, a palestra realizada pela Presidente do INI teve como tema central “Alternativas de mobilidade urbana e meio ambiente”. Através de uma apresentação expositiva, Maria do Socorro demonstrou o atual cenário que permeia a mobilidade urbana na cidade de Ilhéus e apresentou sugestões de como melhorar o gargalo que hoje torna as estradas ilheenses congestionadas e intransitáveis, em certas horas do dia. Uma das sugestões apresentada pela mesma foi o estímulo a utilização do transporte público de massa e a melhoria do mesmo para que ele possa atender o maior número de pessoas possíveis de forma satisfatória.

Para ilustrar sua colocação, Maria do Socorro mostrou o exemplo de outros lugares que adotaram o transporte público de massa, como a cidade de Curitiba. A cidade de Curitiba foi a pioneira na implantação dos sistemas BRT no início da década de 70. O projeto foi concebido integrado ao sistema viário e ao uso do solo, como uma das bases do planejamento proposto pelo Plano Diretor de Curitiba. Desde então, a capital do Paraná se tornou pioneira e disseminadora desses serviços de ônibus rápido pelo mundo.

Com a realização da palestra e a citação de exemplos de cidades que possuem um transporte público de massa eficaz, como Curitiba, Maria do Socorro buscou mostrar que é possível criar alternativas que proporcionem maior mobilidade as pessoas e ao mesmo minorar os danos causados ao meio ambiente em virtude da poluição causada pelos gases produzidos nos motores dos carros.

 

Leave a Reply