Notícia

“Pequenos negócios são alternativas para o desenvolvimento sustentável de Ilhéus”

No nono Improviso, Oxente! – evento de debate e intervenções artísticas -, que aconteceu na noite de ontem (30), na Tenda Teatro Popular de Ilhéus, o público discutiu o tema economia local dinâmica, criativa e sustentável, com a painelista  a coordenadora regional do Sebrae, Claudiana Figueiredo. A pauta é um dos eixos do Programa Cidades Sustentáveis e considera o aproveitamento eficiente e inteligente das vocações da cidade, incorporando inovações e incentivando tendências que buscam zerar o impacto ambiental e a utilização de recursos naturais não renováveis.

Claudiana mostrou como é possível criar oportunidade locais e destacou que a maior riqueza Ilhéus é o intangível, o valor simbólico e o espírito do lugar, que são seus diferenciais e vantagem competitiva. Para ela, o sentimento de pertencimento da população em relação ao local potencializa essas vantagens. improviso logo - Cópia - Cópia

A painelista destacou ainda a importância da população observar as propostas de candidatos que busquem um modelo de desenvolvimento de inclusão produtiva que viabilize pequenos negócios. “No Brasil, temos mais de 50% de empregos gerados a partir dos pequenos negócios e isso precisa ser considerado no âmbito municipal”.

O debate seguiu com intensa participação do público que levantou questões sobre o papel do poder público e da sociedade civil para a potencialização da economia local, atuação dos microempreendedores individuais, indicadores da economia criativa, entre outros. A noite contou também as intervenções artísticas do músico, Cabeça Isidoro, e do palhaço da Cia Em Cima do Palco, Anderson Poblin.

 

Fotos: Ascom do Instituto Nossa Ilhéus

 

Deixe um comentário