Notícia

Oficina de Jornalismo Cidadão é realizada com sucesso pelo Instituto Nossa Ilhéus

Na última sexta-feira (12), foi realizada a Oficina de Jornalismo Cidadão, promovida pela Rede Nossa São Paulo, Agência Mural de Jornalismo das Periferias e pelo Instituto Nossa Ilhéus (INI), por meio do projeto MobCidades. A ação ocorreu na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) e contou com o apoio do Colegiado de Comunicação Social/Rádio e TV.

Participaram da formação estudantes universitários de Jornalismo e Comunicação Social da região, além de membros de organizações que fazem parte do projeto MobCidades no município de Ilhéus. Durante o encontro, os participantes conheceram instrumentos e estratégias adotadas pelo Projeto 32xSP na cobertura jornalística regionalizada da capital paulista. Além disso, foram apresentadas as ações de monitoramento de políticas públicas realizadas pela Rede Nossa São Paulo e pelo Instituto Nossa Ilhéus, por meio do levantamento e análise de dados, que podem ser utilizados para subsidiar a produção de suas reportagens.

A oficina foi ministrada pelo jornalista Vagner de Alencar, editor do 32xSP e da Agência Mural de Jornalismo das Periferias, e pela jornalista Luanda Nera, coordenadora de comunicação da Rede Nossa São Paulo e do Programa Cidades Sustentáveis.

Nós estamos percorrendo algumas cidades do Brasil com o objetivo de incentivar, de inspirar outras iniciativas como o 32xSP. Agradeço muito a participação de todos, a empolgação e o interesse de saber um pouco mais desse tipo de jornalismo regionalizado que fazemos em São Paulo”, avaliou Luanda.

Luanda Nera apresenta dados do Mapa da Desigualdade de São Paulo, pesquisa realizada pela Rede Nossa São Paulo em parceria com o Ibope (Foto: Tacila Mendes/INI).

Cofundador da Agência Mural, Vagner, diz esperar que, “a partir da troca de ideias realizadas na oficina, possam surgir novos portais de comunicação que façam a cobertura das cidades de uma forma mais justa. Nós fazemos parte de uma rede de mais de 60 correspondentes que moram nas periferias de São Paulo e é um prazer enorme multiplicar essa experiência jornalística que estamos fazendo na capital paulista e que pode, ao nosso ver, ser replicado em todas as cidades que a gente está passando”.

Vagner de Alencar apresenta metodologia do Projeto 32xSP (Foto: Tacila Mendes/INI).

A atividade é a sexta oficina de multiplicação do “Projeto 32xSP: a notícia do território no território da notícia”, portal de comunicação que faz a cobertura jornalística das 32 regiões administrativas do município de São Paulo. O projeto é realizado pela Rede Nossa São Paulo e Agência Mural de Jornalismo das Periferias, com financiamento da Fundação Ford. Além de Ilhéus, outras cinco cidades já receberam a formação, Recife, João Pessoa, Brasília e Rio de Janeiro.

Para o estudante de Comunicação Social da UESC, Elias Neto, a Oficina de Jornalismo Cidadão “foi uma oportunidade de agregar mais conhecimento em meu processo de formação, acrescentando outras experiências e metodologias para uma melhor atuação profissional como comunicador”.

Elias Reis fala da sua participação na Oficina de Jornalismo Cidadão (Foto: Tacila Mendes/INI).

A riqueza da nossa região é imensurável: temos Mata Atlântica, extenso litoral, somos os primeiros sem muitos aspectos históricos e temos muito a mostrar para os nossos habitantes e para quem vem nos visitar. A forma como falamos do sul da Bahia na mídia precisa fortalecer o sentimento de pertencimento, valorização do que é nosso e, finalmente, a cidadania ativa. Assim, teremos brilho nos olhos para falarmos e cuidarmos do que é nosso, o que resulta, finalmente, em um turismo pujante o ano todo”, comenta a gerente de comunicação do Instituto Nossa Ilhéus, Tacila Mendes.

Para ela, comunicadores têm uma função importante nesse processo, por isso, a formação serviu como uma semente para os estudantes que vão sair da universidade e podem empreender como produtores de um conteúdo rico e exclusivo, utilizando, como o 32xSP, o uso de dados e indicadores resultantes de pesquisas, para  mostrar de forma assertiva aspectos da região que merecem destaque. “A informação é a melhor estratégia dos tempos atuais. Precisamos usá-la da melhor forma”, analisou Tacila.

Jonathan Souza, coordenador local do Projeto MobCidades, e Tacila Mendes, gerente de comunicação do Instituto Nossa Ilhéus avaliam a realização da Oficina de Jornalismo Cidadão (Foto: Vagner de Alencar/Agência Mural).

Sobre o Projeto 32xSP

Desde 2016, por meio do portal www.32xsp.org.br, são publicadas reportagens diárias sobre as 32 regiões administrativas do município, cobrindo principalmente, a partir do ponto de vista dos cidadãos, as questões relacionadas às desigualdades no acesso à infraestrutura e serviços públicos, o que está funcionando nos bairros, o que não, como o poder local tem respondido às demandas por direitos e serviços, além dos mecanismos e espaços públicos para participar da melhoria da qualidade de vida nos bairros que compõem a sua administração local.

Sobre o MobCidades

Desde 2017, o Instituto Nossa Ilhéus faz parte do projeto MobCidades – Mobilidade, Orçamento e Direito à Cidade”, financiado pela União Europeia e sob coordenação nacional do Instituto Nacional de Estudos Socioeconômicos (INESC). Contempla 10 movimentos da Rede Brasileira de Cidades, sendo o INI o único na Bahia. Cada movimento trabalha com mais quatro co-executores locais, em Ilhéus, são: Associação de Surdos de Ilhéus, UFSB, Rotary Club e Associação de Criativos do Hernani Sá. O objetivo é fortalecer organizações para monitorarem o orçamento público destinado à área de mobilidade urbana, por meio de incidências locais e nacional.

Fotos: Tacila Mendes – Instituto Nossa Ilhéus

Leave a Reply