Notícia

Mostra de Estudos e Projetos Cidade e Movimento apresentou pesquisas e propostas de intervenção na área da mobilidade urbana

Conheça os trabalhos que participaram da Mostra

Onze pesquisas e projetos de intervenção foram apresentados na Tenda do Teatro Popular de Ilhéus, no dia 18 de setembro, na Mostra de Estudos e Projetos Cidade e Movimento, realizada pelo Instituto Nossa Ilhéus (INI) e pela Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), por meio do projeto MobCidades. A Mostra foi parte da programação da Semana da Mobilidade do Sul da Bahia e reuniu um grande número de pessoas, como estudantes, professores, pesquisadores, arquitetos e urbanistas, além de representantes da sociedade civil e do poder público.

Os estudos e projetos participantes foram escolhidos pelos arquitetos e urbanistas Artur Valente, Annamaria Binazzi e Marcelo Augusto após uma seleção pública, onde foram enviadas 23 propostas de estudos e projetos nas áreas de mobilidade e acessibilidade urbana. A Mostra teve a participação de estudantes e professores de áreas, como geografia, logística e transportes, arquitetura e urbanismo, engenharia civil e economia, e de instituições, como Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Faculdade Madre Thaís (FMT), Faculdade Independente do Nordeste (FAINOR) e Fundação Fé e Alegria.

Os trabalhos foram expostos em formato de banner e apresentados ao público participante pelos autores. As abordagens trabalhadas foram diversas e mostraram temáticas, como os impactos do aumento do nível do mar no planejamento urbano, a desintegração urbana dos conjuntos habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida, os sistemas cicloviários de Ilhéus e Itabuna e projetos de intervenção urbana na área do entorno da Central de Abastecimento do Malhado, em Ilhéus.

Na ocasião, ainda foi realizado um debate com os autores das propostas, com a mediação do arquiteto e urbanista Marcelo Augusto, sócio da Mobili Consultoria e presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano e Sustentável (COMDUS/Itabuna), oportunidade em que a plateia também pode tirar dúvidas e fazer sugestões aos pesquisadores. Além de conhecer as propostas, os visitantes puderam ainda votar nos melhores trabalhos.

No fim do debate, foram anunciados os três trabalhos mais votados. Os representantes de cada trabalho ganharam um brinde da Indústria de Chocolates da Bahia (ICB) e receberão ainda certificados de acordo com a posição. O 1º lugar foi para a “Análise de possíveis impactos causados pela elevação do nível médio do mar na cidade de Ilhéus, Bahia”, de Gabrielly Menezes e Gil Marcelo Reuss. O 2º lugar foi para a pesquisa “(Des)integração urbana e precaridade no acesso aos equipamentos comunitários: estudos de caso em conjuntos habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida, em Ilhéus”, realizada por Danilo Oliveira Nascimento e Peolla Paula Stein. Por fim, em 3º lugar ficou o estudo “MoveIlhéus: Conectando experiência, comportamento e espaço urbano”, realizado por Marcos Menuchi, Marcelo Ossamu Honda, Peolla Paula Stein, Ricardo Becker, Alberto Kruschewsky, Johnatas Barbosa e Annya Ourives.

O coordenador local do projeto MobCidades, Jonathan Souza, avaliou de forma positiva a realização da Mostra. “Foi um oportunidade incrível de troca de conhecimentos. Lançamos o convite para que pesquisadores, membros de organizações da sociedade civil e representantes do poder público apresentassem análises e projetos para a melhoria da mobilidade em nossas cidades, e o convite foi bem aceito, porque recebemos 23 propostas. A grande maioria dos trabalhos foram de estudantes e professores universitários e, com isso, conseguimos aproximar da população a produção científica, que está sendo desenvolvida na universidade. Além disso, por ser um evento aberto à todos os públicos e sem um caráter estritamente acadêmico, a Mostra foi um desafio para os pesquisadores desenvolverem uma linguagem mais acessível a todas as pessoas na apresentação dos seus estudos e propostas de intervenção.

Confira os 11 trabalhos que foram apresentados e o nome dos seus autores:

1- NOME DO TRABALHO: Análise de possíveis impactos causados pela elevação do nível médio do mar na cidade de Ilhéus, Bahia.

AUTORES: Gabrielly Stephanie Santos Menezes; Gil Marcelo Reuss (professor orientador).

Gabrielly Stephanie Santos Menezes.

2- NOME DO TRABALHO: (Des)integração urbana e precaridade no acesso aos equipamentos comunitários: estudos de caso em conjuntos habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida, em Ilhéus.

AUTORES: Danilo Oliveira do Nascimento; Peolla Paula Stein (professora orientadora).

Danilo Oliveira do Nascimento.

3- NOME DO TRABALHO: MoveIlhéus: Conectando experiência, comportamento e espaço urbano.

AUTORES: Marcos Rodrigo Trindade Menuchi, Marcelo Ossamu Honda, Peolla Paula Stein, Ricardo Becker, Alberto Kruschewsky, Johnatas Barbosa; Annya Ourives.

Peolla Paula Stein e Marcos Menuchi.

4- NOME DO TRABALHO: Um estudo da mobilidade urbana cicloviária de Ilhéus a partir da participação popular.

AUTORES: Elvis Pereira Barbosa; Peolla Paula Stein (professora orientadora).

Elvis Pereira Barbosa.

5- NOME DO TRABALHO: Estudo da viabilidade de implantação de uma hidrovia no município de Ilhéus.

AUTORES: Maurício Dos Santos Oliveira; Arthur Bomfim Guimarães De Miranda; Ellen Terumi Watanabe; Emylle Silva De Oliveira; Gustavo Victor De Melo Araujo Almeida; Iuri Rodrigues Neves Da Silva; Jacqueline Costa Dos Santos; João Marcos Carvalho Fernandes Pereira; Jocielle Rodrigues Da Silva; Luan Freitas Cruz; Matheus Supino Da Silva Lisboa; Renan Leão Silva; Cleverson Alves de Lima (professor orientador).

Maurício dos Santos Oliveira.

6- NOME DO TRABALHO: Requalificação da Central de Abastecimento Antônio Olímpio da Silva.

AUTORES: Rafael Lamary Silva Santos; Sumaia dos Santos Rocha; Gerardo Angel Bressan Smith (professor orientador).

7- NOME DO TRABALHO: Requalificação do Centro Histórico.

AUTORES: Rafael Lamary Silva Santos; Gerardo Angel Bressan Smith (professor orientador).

Rafael Lamary Silva Santos.

8- NOME DO TRABALHO: Aplicação do índice de Caminhabilidade no Centro de Ilhéus – BA.

AUTORES: Julia Carvalho Dias de Gouvêa (professora orientadora); Adriane Gomes Rodrigues Batata; Elvis Pereira Barbosa; Lara Santos Rodrigues; Ricardo Machado Becker; Rosinery Rosaria de Medeiros.

Elvis Pereira Barbosa e Julia Dias Gouvêa.

9- NOME DO TRABALHO: Central de Abastecimento do Malhado, Ilhéus: Proposta de melhoria de acessibilidade e mobilidade urbana.

AUTORES: Marilindi Leal Venturin; Maúricio Batista Galvão; Wagner Deleon Céo; Adriane Gomes Rodrigues Batata (professora orientadora).

10- NOME DO TRABALHO: A mobilidade a pé como subsídio para a requalificação urbana de Ilhéus.

AUTORES: Marilindi Leal Venturin; Maria Luiza d’Araujo Calixto; Adriane Gomes Rodrigues Batata (professora orientadora).

Marilindi Leal Venturin.

11- NOME DO TRABALHO: Política de Mobilidade Urbana: uma análise do sistema cicloviário no município de Itabuna/BA.

AUTORES: Monira Sales Matos; Wescley de Oliveira Santos; Omar Costa dos Santos (professor orientador).

Wescley de Oliveira Santos.

A Mostra de Estudos e Projetos Cidade e Movimento fez parte da programação da Semana da Mobilidade do Sul da Bahia, evento foi realizado pelo Instituto Nossa Ilhéus, Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Associação dos Surdos de Ilhéus (ASI), Rotary Club de Ilhéus e Associação Hernani Sá Criativo, por meio do projeto MobCidades. O evento contou ainda com o apoio do Teatro Popular de Ilhéus, Indústria de Chocolates da Bahia (ICB), Grupo Andarilhos, CEEP do Chocolate Nelson Schaum, Associação dos Municípios da Região Cacaueira – Amurc, Superintendência de Transporte, Trânsito e Mobilidade – Sutram e Faculdade Madre Thaís.

Sobre o MobCidades – Desde 2017, o Instituto Nossa Ilhéus faz parte do projeto MobCidades – Mobilidade, Orçamento e Direito à Cidade”, financiado pela União Europeia e sob coordenação nacional do Instituto Nacional de Estudos Socioeconômicos (INESC). Contempla 10 movimentos da Rede Brasileira de Cidades, sendo o INI o único na Bahia. Cada movimento trabalha com mais quatro co-executores locais, em Ilhéus, são: Associação de Surdos de Ilhéus, UFSB, Rotary Club e Associação de Criativos do Hernani Sá. O objetivo é fortalecer organizações para monitorarem o orçamento público destinado à área de mobilidade urbana, por meio de incidências locais e nacional. Conheça as ações do MobCidades em Ilhéus no link: https://www.nossailheus.org.br/?s=mobcidades.

Acompanhe as redes do Instituto Nossa Ilhéus: Facebook.com/InstitutoNossaIlheus e Instagram @nossailheus, e colabore para que o trabalho em prol do monitoramento social e da democracia participativa continue.

Fotos: Tacila Mendes | ASCOM do Instituto Nossa Ilhéus

Deixe um comentário