Notícia

Miguel Calmon é eleito Secretário Executivo da Agência de Desenvolvimento Regional do Sul da Bahia Global

Miguel Calmon é o novo secretário executivo da Agência Regional de Desenvolvimento

Por: Instituto Arapyaú, em 31 de julho de 2020.

Ter capacidade de articulação e de trabalho com diferentes atores e perfis, conhecimento e experiência em gestão de projetos e em captação de recursos. A partir desse perfil foi escolhido o novo secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR), iniciativa idealizada por integrantes do movimento Sul da Bahia Global, desde 2017. Miguel Calmon, o novo secretário executivo, foi nomeado para a função por unanimidade, pela sua ampla experiência e formação em gestão, captação de recursos, meio ambiente e conhecimento da região. 

Miguel Calmon é PhD em Ciências do Solo pela Universidade Penn State, mestre em Engenharia de Irrigação pela Katholieke Universiteit Leuven e Engenheiro Agrônomo pela Universidade Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Atuou por mais de 25 anos na área de pesquisa e extensão rural, gestão de empreendimentos agrícolas no Estado da Bahia e Pernambuco, e em diversas organizações nacionais e internacionais voltadas ao meio ambiente e desenvolvimento sustentável, como The Nature Conservancy do Brasil, o Instituto BioAtlântica (IBIO), a Organização de Conservação da Terra (OCT), o Instituto Internacional para Sustentabilidade (IIS), a União Internacional para Conservação da Natureza (UICN), e o World Resources Institute do Brasil (WRI Brasil), onde é atualmente consultor sênior. 

Desde que ingressou no WRI Brasil, no início de 2017, Miguel Calmon tem coordenado o projeto VERENA, o qual busca demonstrar a viabilidade econômica do reflorestamento de espécies nativas e sistemas agroflorestais e atrair investimentos para acelerar e aumentar a escala da recuperação de áreas degradadas. Como membro da Coalizão Clima, Florestas e Agricultura, ele tem atuado como um dos líderes do Fórum de Florestas Nativas e liderado a Força Tarefa Silvicultura de Espécies Nativas. 

A escolha do novo secretário se deu por representantes de instituições que integram o movimento Sul da Bahia Global: UESC, UFSB, Ifbaiano, Amurc, Sebrae, PCTSul, CIC e INI. Os representantes fizeram suas indicações de nomes para a secretaria executiva considerando competências e habilidades para a função. 

Uma das principais atribuições do novo secretário executivo será a implementação e funcionamento de uma estrutura regional capaz de promover a interação com o conselho consultivo e de atrair potenciais parceiros e financiadores à Agência. 

“O processo de escolha do secretário foi um diferencial, pois não foram pré-estabelecidos nomes para concorrer à vaga. Foi uma escolha horizontal, onde cada integrante do movimento Sul da Bahia Global pôde apontar o nome de sua preferência e justificar a sua escolha por meio de competências e habilidade. Estamos muito confortáveis e felizes com o resultado desse trabalho de construção da ADR”, diz Ricardo Gomes, gerente do programa Desenvolvimento Territorial do Sul da Bahia, do Instituto Arapyaú. “Esperamos que, com sua consolidação, a Agência seja um vetor de fortalecimento regional e de integração de iniciativas”, completa. 

UM NOVO CAMINHO

A formação da ADR começou há cerca de dois anos, tendo como objetivo alavancar o crescimento dos municípios de Canavieiras, Itacaré, Itabuna, Ilhéus, Uruçuca e Una, que formam a região da Costa do Cacau. No ano passado, a agência foi estruturada do ponto de vista operacional e jurídico, estando apta a fazer parte da estrutura do Parque Científico e Tecnológico do Sul da Bahia (PCTSul). A consolidação desse processo se deu, agora, com a definição do seu conselho consultivo e a escolha do secretário executivo. 

A recomendação do perfil do secretário foi definida por meio de um trabalho de estudo de melhores práticas realizado com diversas agências brasileiras de desenvolvimento regional. 

A definição do conselho consultivo foi realizada pelo próprio movimento e terá por composição integrantes do poder público, iniciativa privada, academia e sociedade civil. O intuito é que o novo secretário atue em diálogo constante com este conselho. 

Miguel Calmon acumulará a função de Secretário Executivo da ADR Sul da Bahia com seu trabalho atual de Consultor Sênior do WRI Brasil.   

Como próximo passo, a ADR será formalizada a partir da revisão do estatuto do Parque Tecnológico, a ser realizada por membros da sua assembleia ainda este ano.

Deixe um comentário