Notícia

Instituto Nossa Ilhéus visita instalações da CVR Costa do Cacau

Por: Daniel Thame, para o Blogdothame.blog.br

A presidente do Instituto Nossa  Ilhéus, Maria do Socorro Mendonça, visitou as instalações da CVR Costa do Cacau, localizada na Rodovia Jorge Amado (IIhéus-Itabuna). Ela foi recebida pelo diretor comercial Rodrigo Zaché e pelo gerente comercial Mauricio Ramos Sena.

Empreendedora social e ambientalista, Socorro Mendonça conheceu toda a estrutura do empreendimento, responsável pelo gerenciamento de resíduos sólidos de prefeituras e empresas privadas do Sul da Bahia, atendendo as diretrizes do Plano Nacional de Saneamento. O projeto da CVR inclui a implantação de um Centro de Educação Ambiental, para a promoção de palestras e apresentações com uma ampla abordagem da educação socioambiental.

Rodrigo Zaché destaca “a importância do terceiro setor e da sociedade civil organizada, na implementação e fiscalização das boas práticas socioambiental, no gerenciamento dos resíduos. Não é mais tolerável em pleno século XXI a prática de despejo de resíduos em lixões a céu aberto”.

O Instituto Nossa Ilhéus, fundado em 2012, é uma iniciativa da sociedade civil organizada que tem por objetivo fortalecer a cidadania, a democracia participativa e o empreendedorismo, tendo por base a sustentabilidade e o monitoramento social.

Maria do Socorro Mendonça ressalta que “o sentimento foi de surpresa e constatar que o fim dos lixões é possível de fato. Conhecer o empreendimento me tranquilizou e entendo que a solução está na iniciativa privada”, disse. Segundo ela, “o aterro sanitário do Itariri que atende aos municípios de Ilhéus e Uruçuca, até hoje não conseguiu ter uma gestão como existe na CVR. É hora dos municípios que não conseguiram em tantos anos ter um aterro e aqueles que mesmo tendo um aterro não conseguiram fazer a gestão, a exemplo de Ilhéus, cumprirem o prazo estabelecido para o fechamento dos mesmos e destinarem os resíduos domésticos para um aterro privado”.

A presidenta do Instituto Nossa Ilhéus, afirma ainda que “o município ganha transversalmente nas áreas : ambiental, saúde, social, econômica etc. O retorno é garantido principalmente com a melhoria da qualidade de vida da população”.

Rodrigo Zaché e Socorro Mendonça

Deixe um comentário