Notícia

Improviso, Oxente! reúne sociedade civil e pré-candidatos em debate sobre a Ilhéus que herdamos

Improviso Oxente! - A Ilhéus que herdamos_Foto Tacila Mendes

Improviso Oxente! – A Ilhéus que herdamos_Foto Tacila Mendes

Foi dada a largada para a série de debates sobre “A Ilhéus que queremos em 2020”, tema desta edição do Improviso, Oxente! – evento que promove debates e intervenções artísticas -, promovido pelo Instituto Nossa Ilhéus (INI), em parceira com o Teatro Popular de Ilhéus (TPI). O primeiro encontro aconteceu ontem (05), na Tenda TPI, e teve como tema “A Ilhéus que herdamos”, reunindo artistas, produtores rurais e culturais, comerciantes, educadores, além de pré-candidatos ao legislativo e executivo municipal.

Permeados pelas apresentações do músico Elielton Cabeça, os participantes tomaram conhecimento dos indicadores de 2012 referentes a diversas áreas temáticas – e de como acessá-los na página do INI -, das cartas-compromissos assinadas pelo atual gestor do município, quando em campanha eleitoral (confira todas no fim da matéria), além dos 12 eixos do Programa Cidades Sustentáveis relacionados com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e que deverão ser municipalizados. Também foi apresentado o Guia Gestão Pública Sustentável (GPS), uma fonte de informação para planejamento, gestão e tomada de decisões na administração pública, que visa contribuir com a capacitação de gestores municipais para implementarem planos de metas que contemplem o desenvolvimento sustentável.

Dentre os problemas indicados pelo público, foram apontadas a desconexão entre a quantidade de produção legislativa e sua implementação, a necessidade de participação popular na gestão pública, o acompanhamento dos indicadores e a consideração das melhorias desses por parte dos candidatos por meio de seus planos de governo.

“A melhor forma de termos uma cidade como queremos é participando, exigindo, acompanhando. Somente por meio da democracia participativa é que teremos melhores resultados de gestão. O Instituto existe para fortalecer o poder público constituído, pois somos sociedade civil organizada, e também para estimular a população a conhecer e, consequentemente, amar a nossa cidade”, explicou a presidente do INI, Maria do Socorro Mendonça, que compôs a mesa ao lado do dramaturgo, Romualdo Lisboa.improviso logo - Cópia - Cópia

Entendendo que a tendência mundial de governança é a democracia participativa, o Improviso, Oxente! dará oportunidade de discutir quais indicadores e metas deverão ser acompanhados pelo candidato que assumirá em 2017 a gestão do município. Ao longo dos próximos 12 encontros, que seguem até dia 28 de setembro, os participantes escolherão em cada um dosd 12 eixos, as metas referentes à Ilhéus que queremos em 2020. Essas metas serão entregues aos candidatos ao legislativo e ao executivo municipal.

A próxima edição terá como tema “Governança”. Serão discutidos, entre outros assuntos, a participação feminina e de negros na composição da gestão municipal.  A convidada da noite para compor a mesa será a promotora Regional de Meio Ambiente  Cacau Leste, Aline Valéria Salvador.

Confira as cartas-compromisso assinadas pelo atual gestor quando em campanha:

Carta-compromisso com a juventudePÁGINA 2

Carta-compromisso com a Política de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos e PÁGINA 2

Carta-compromisso com o Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica de IlhéusPÁGINA 2

Carta-compromisso com a Plataforma do Programa Cidades Sustentáveis

 

Confira também a programação completa desta edição do Improviso, Oxente!

 

Fotos: Tacila Mendes

 

Deixe um comentário