Notícia

Improviso, Oxente! de terça (16) debate Cultura para a sustentabilidade

Improviso Oxente_Ft Tacila Mendes

Ft_Tacila Mendes | Comunicação INI

Discutir o conceito de cultura para a sustentabilidade e seu papel para a integração entre os diversos setores da administração municipal é o objetivo do Improviso, Oxente!, debate aberto ao público e permeado por intervenções artísticas, que acontece na próxima terça (16), às 19h, na Tenta Teatro Popular de Ilhéus (TPI), Avenida Soares Lopes. O pedagogo, dramaturgo e produtor cultural, Pawlo Cidade, e o dramaturgo e secretário de Cultura do Município de Ilhéus, Paulo Atto, serão os painelistas desse encontro.

 

 

Promovido pelo Instituto Nossa Ilhéus em parceria com o TPI, a discussão abordará este eixo do Programa Cidades Sustentáveis e os oito indicadores referentes a ele: Acervo de livros infanto-juvenis; Acervo de livros para adultos; Ações de preservação, valorização e difusão do patrimônio material e imaterial; Campanhas de educação cidadã; Centros culturais, casas e espaços de cultura; Conselho municipal de cultura e patrimônio histórico; Escolas da rede municipal que abrem aos finais de semana para a comunidade e Recursos públicos municipais para cultura. Por entender que o acesso aos bens culturais deve ser universal, além da sociedade civil, também são esperados candidatos a prefeito e a vereador para discutir o tema e fortalecer as politicas públicas para setor.

 

Este será o sétimo de uma série de 13 encontros semanais, que acontecem sempre às terças-feiras, e que visam à discussão sobre a Ilhéus que queremos em 2020. Cada encontro aborda necessidades prioritárias da cidade a partir de indicadores baseados nos 12 eixos Programa Cidades Sustentáveis, e o público presente terá a oportunidade de escolher os que julga prioritários para o devido acompanhamento do gestor eleito para exercer o próximo mandato. Outros indicadores que considerem a valorização da identidade local, a gestão participativa e o fomento à produção local também poderão ser levantados pelo público durante o debate.

 

Instituto Nossa Ilhéus – Fundado em 09 de março de 2012, o INI é uma iniciativa da sociedade civil organizada, apartidária com o título de OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público.  Busca a aproximação da sociedade civil e do poder público em suas ações, tendo como eixos de atuação a Educação para Cidadania, o Monitoramento Social e o Impacto em Políticas Públicas. Atua no sentido de promover o impacto social que educa e, para isso, promove o monitoramento social, mobilizando e intervindo na realidade política e social do município. O Instituto está aberto a todos que desejem engajar-se em suas atividades. Localiza-se na Rua Eustáquio Bastos, nº 126, 8º andar do Edifício Kauffman, no Centro, em Ilhéus. Acompanhe também a fanpage facebook.com/InstitutoNossaIlheus
 

Teatro Popular de Ilhéus – Fundado há 21 anos, é uma das 15 instituições apoiadas pelo programa Ações Continuadas a Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) através do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O TPI administra a Tenda Teatro Popular de Ilhéus. A programação mensal do espaço cultural pode ser conferida em www.teatropopulardeilheus.com.br, ou pelo aplicativo gratuito Tenda Teatro Popular de Ilhéus, disponível no Google Play.

 

Programa Cidades Sustentáveis – É uma iniciativa de três organizações da sociedade civil –Rede Nossa São Paulo, Rede Social Brasileira por Cidades Justas, Democráticas e Sustentáveis e o Instituto Ethos –, que oferece uma agenda completa de sustentabilidade urbana, um conjunto de indicadores associados a esta agenda e um banco de práticas com casos exemplares nacionais e internacionais como referências a serem perseguidas pelos municípios. Acesse e conheça o Guia da Gestão Pública Sustentável www.cidadessustentaveis.org.br/gps. O Instituto Nossa Ilhéus compõe a Secretaria Colegiada da Rede Brasileira por Cidades Justas, Democráticas e Sustentáveis.

Deixe um comentário