Notícia

Ilhéus prepara evento de múltiplas linguagens para a Semana Santa

Arte, cultura, shows e negócios em um só espaço formam o cenário do “Aleluia Ilhéus” e valorizam a potencialidade do turismo cultural do município

               

         Aquecer a economia local e estimular o turismo cultural da cidade que é berço da cultura cacaueira na Bahia são os principais objetivos do “Aleluia Ilhéus”, evento que acontecerá de 28 a 31 de março, durante a Semana Santa, inaugurando, segundo os organizadores, um novo conceito de eventos públicos e populares em Ilhéus. O evento surge como ponto de partida para uma série de atividades culturais e ações estruturantes de formação, debate e cidadania nas mais diversas temáticas artísticas, gastronomia, artesanato, exposições, shows musicais e religiosos que expressam e revelam a memória e a identidade da comunidade local.

“Será um evento de múltiplas linguagens”, assegura Claudiana Figueiredo, coordenadora regional do Sebrae. Parceiro da iniciativa, o Sebrae foi responsável pela formatação do projeto. Para executá-lo, a Secretaria de Turismo de Ilhéus (Setur) prevê um investimento de R$ 650 mil.

Embora conte com grandes atrações musicais, o “Aleluia Ilhéus” é bem mais amplo. “Não é um carnaval, nem uma micareta”, destaca o secretário de Turismo, Alcides Kruschewsky. As artes integradas passarão a desempenhar um papel preponderante, com abordagem e exposição de setores econômicos da cidade, destacando a cadeia produtiva do turismo, mas incluindo a valorização da cultura, do artesanato, agricultura familiar e toda a produtição do cacau, principal produto agrícola da região.

Ainda sujeito a pequenos ajustes, o “Aleluia Ilhéus” revela um espaço ocupado com diversas atividades no entorno da suntuosa Catedral de São Sebastião, um dos pontos mais visitados da cidade. O evento contará com shows musicais com artistas nacionalmente conhecidos, exposição de telas e artesanato, apresentação de bandas e artistas locais, mostra de dança de rua, apresentações teatrais, Feira da Agricultura familiar, Espaço para animação infantil, Espaço temático do chocolate e, paralelamente, debates e seminários sobre o cacau e as suas perspectivas sócioeconômicas.

O chocolate e a Páscoa


O formato final, segundo os organizadores, será apresentado em 15 dias, quando a grade de shows estará fechada. A intenção é que durante a Semana Santa e o advento da Páscoa, a cidade reforce o desejo de associar a venda do chocolate às histórias da região e dos coronéis do cacau. “A exuberância do lugar e a riqueza cultural formam um cenário inigualável de atrações que caminham para a consolidação do turismo cultural”, reforça Maria do Socorro Mendonça, da ONG Ação Ilhéus.

O presidente do Instituto Cabruca, entidade representativa dos produtores de cacau, Durval Libânio, promete trazer para debater sobre chocolates finos, especialistas do ‘primeiro time’ neste setor. A entidade e a Comissão Executiva da Lavoura do Cacau (Ceplac) vão estimular discussões sobre a formatação de roteiros ligados ao cacau e chocolate, tendo como temática central “Florestas de Chocolate; cacau, Ecoturismo e Mata Atlântica no sul da Bahia”. Para o presidente da Associação de Turismo de Ilhéus (Atil), Marco Lessa, a cidade se volta para um turismo planejado, passando a ter um calendário de atividades forte, atrativo e economicamente viável. “Acredito firmemente que terminou o tempo das cidades acidentais. O tempo, hoje, exige que as cidades sejam intencionais, ou seja, que as cidades sejam planejadas, construídas, projetadas e administradas dentro de uma visão de futuro, gerada pelo desejo da sociedade, alicerçada em pareceres técnicos e em um esforço coletivo de ação e realização.Terminou o tempo das cidades acidentais. O tempo hoje exige que as cidades sejam intencionais, que sejam planejadas, construídas, projetadas a administradas dentro de uma visão de futuro, gerada pelo desejo da sociedade, alicerçadas em pareceres técnicos e em um esforço coletivo de ações e realização”, afirma a coordenadora regional do Sebrae, Claudiana Figueiredo. Para ela, é possível ver Ilhéus caminhando antenada por tendências e modelos já confirmadamente exitosos em outros destinos turísticos do país.


O “Aleluia Ilhéus” é uma promoção da Secretaria Municipal de Turismo e Prefeitura de Ilhéus, com patrocínio da Bahiatursa, Secretaria Estadual do Turismo, Governo da Bahia e Sebrae. O evento conta com o apoio da Ceplac, Bahiagás, Atil, Secretarias Municipais da Indústria e Comércio, e Agricultura e Pesca, Instituto Cabruca, Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA) e Instituto Nossa Ilhéus.

Deixe um comentário