Notícia

MobCidades – Realizada oficina de Orçamento Temático de Mobilidade Urbana para organizações de Ilhéus

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nos últimos dias 07 e 08, no Sebrae Ilhéus, como parte do projeto MobCidades, foi realizada a oficina ‘Orçamento e Direito à Cidade – Orçamento Temático’, facilitada pela assessora política do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Brasília), Cleo Manhas. Além da equipe do Instituto Nossa ilhéus, organização que realiza a coordenação local do projeto, também participaram  membros da Associação de Surdos de Ilhéus, da Associação Hernani Sá Criativo e da Universidade Federal do Sul da Bahia. 

Dando continuidade à formação e fortalecimento das organizações que executam o MobCidades, iniciado em 2017, neste ano foram abordados temas como ciclo orçamentário, incidência nacional e local no orçamento público da Política de Mobilidade Urbana, recursos para garantia de Direitos, participação popular e, especialmente, transparência. Os participantes viram como funciona o orçamento público e exercitaram seu monitoramento, usando as ferramentas disponíveis.

A facilitadora, Cleo Manhas, comentou que Ilhéus foi a terceira, das dez cidades que o projeto abarca, a receber esta segunda etapa da formação. “A ideia é que, ao final, se somem as ações das outras organizações ao plano nacional, que está sendo desenvolvido pelo INESC, para fazer uma grande incidência sobre as Políticas Públicas para Mobilidade Urbana, tanto em âmbito nacional quanto em âmbito local”, explicou.

Para a professora da Universidade federal do Sul da Bahia, Peolla Stein, a oficina trouxe um conhecimento que é importante no âmbito das políticas para o setor: o entendimento do orçamento e da sua articulação entre as diversas instâncias. “Portanto, ao aprender este tema, estamos mais aptos a incidir no orçamento público e, no meu caso específico, poder passar estes conhecimentos para os meus alunos. A UFSB vem trabalhando na concepção de novos cursos de graduação, dentre os quais o curso de Engenharia de Logística em Transportes, que tem a mobilidade urbana como um de seus pilares. Desta forma, este conhecimento certamente será muito útil na concepção destes cursos e na formação de nossos alunos”, conta.

Já Susele Rodrigues, membro da Associação de Surdos de Ilhéus, explicou que a formação permitiu discutir sobre mobilidade urbana e acessibilidade, e observou: “uma boa política de mobilidade melhora a inclusão social de toda a população”.

A formação também contou com a presença do diretor de transito de Ilhéus, Gilson Nascimento, que falou sobre as mudanças no trânsito na cidade e a criação da autarquia que dará conta do setor. O vídeo pode ser assistido AQUI

A atividade é uma das etapas do projeto “MobCidades – Mobilidade, Orçamento e Direito à Cidade”, financiado pela União Europeia e sob coordenação nacional do INESC. Contempla 10 movimentos da Rede Brasileira de cCdades, sendo o Instituto Nossa Ilhéus (INI) o único na Bahia. Cada movimento trabalha com mais quatro co-executores locais, sendo, em Ilhéus, a Associação de Surdos de Ilhéus, a UFSB, o Rotary Club e a Associação de Criativos do Hernani Sá. O objetivo é fortalecer organizações para monitorarem o orçamento público para Mobilidade Urbana, por meio de incidências locais e nacional. Saiba sobre o projeto AQUI.

 

Texto: Tacila Mendes | Instituto Nossa Ilhéus

Fotos: Jonathan Souza e Tacila Mendes | Instituto Nossa Ilhéus

 

Leave a Reply