Notícia

Ilhéus inicia Inventário inédito de arborização urbana

Fonte: Prefeitura de Ilhéus 

Por meio do Termo de Cooperação firmado entre a Prefeitura de Ilhéus e a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), técnicos da Superintendência do Meio Ambiente, órgão ligado a Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável (Seplandes), e alunos da instituição, iniciam hoje, 31, o trabalho para o Inventário Municipal de Arborização Urbana. A primeira etapa deve durar uma semana, e nela, serão executados levantamentos no bairro Nelson Costa, zona sul e na Avenida Soares Lopes, no centro.

Em campo, estão equipes formadas por dois analistas da Seplandes, mais dois professores, acompanhados de 10 estagiários da UFSB, divididos em três grupos, além de outra equipe responsável pelo lançamento das informações. Para realizar os trabalhos de campo, as equipes utilizam equipamentos adquiridos através de Termo de Ajuste de Conduta (TAC) pela empresa Polimix. Após esta ação, haverá planejamento das etapas do plantio das mudas que foram doadas pela 11º Promotoria Pública Estadual, que atua na área ambiental.

A Superintendência do Meio Ambiente considera que a proposta deve chegar ao Plano Diretor de Arborização. Esse documento garantirá uma Certidão de Nascimento de cada árvore dentro da cidade de Ilhéus, com o objetivo de cumprir o levantamento quantitativo de todas as espécies existentes. A meta é apurar com riqueza de informações, possibilitando a construção de uma política pública mais adequada para a cidade no contexto da arborização.

Menor número de árvores – Joélia Sampaio é a superintendente do Meio Ambiente. Ela explica que o critério estabelecido para este levantamento teve como base as áreas mais arborizadas e as menos arborizadas, como é o caso do bairro Nelson Costa, considerado a localidade com o menor número de árvores na cidade, segundo as pesquisas. “É de fundamental importância conhecer a distribuição arbórea da cidade, pois é através dela que serão direcionadas nossas ações”.

A partir do inventário arbóreo será possível ter um diagnóstico sobre a arborização urbana de ruas, bairros e avenidas do município, na medida em que serão identificadas quantas e quais espécies são mais presentes nos locais públicos, entre árvores, palmeiras, arbustos e herbáceas. Ainda de acordo com Joélia, o município vai ampliar essa iniciativa para outras áreas. A informação é que os bairros Cidade Nova e Hernani Sá devem ser as próximas localidades onde serão coletados dados para o Inventário Arbóreo.

Leave a Reply