Notícia

II Semana de Mobilidade de Ilhéus – Primeiro dia discutiu cidade acessível e Plano Municipal de Mobilidade

Nesta terça-feira (18), primeiro dia da II Semana de Mobilidade de Ilhéus, foi discutido o tema cidade acessível e caminhável, no Plenário da Câmara de Vereadores. Abordagens como modelo 3C (compacto, coordenado e conectado), acessibilidade, impactos do transporte a pé, de bicicleta e com automóvel e a importância do Plano Municipal de Mobilidade permearam as discussões.

Promovido pelo projeto MobCidades, por meio do Instituto Nossa Ilhéus, o debate contou com a explanação de especialistas como a professora da Universidade Federal do Sul da Bahia, Júlia Gouvêa; o arquiteto e presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável de Itabuna, Marcelo Augusto; e mediação do arquiteto e urbanista e vice-presidente do Rotary Club de Ilhéus, Ricardo Becker.

Também foi apresentado o ‘Mapa da Imobilidade’, pela professora da UFSB, Peolla Paula Stein. Elaborado durante os workshops realizados em agosto com cinco associações de deficientes físicos de Ilhéus e estudantes da Universidade, sob coordenação da professora, o Mapa mostra as principais dificuldades de acessibilidade em Ilhéus e os pontos da cidade mais difíceis de acessar por deficientes físicos.

“Durante os workshops, perguntei qual era o maior sonho das pessoas e ouvi: ‘ir à praia’, ‘andar em um transporte público de qualidade’, ‘não precisar ferir meu corpo para ir ao trabalho’. O que parece simples para a maioria, não é para uma boa parte da população. E precisamos de empatia para resolver essas questões. Uma cidade com boa mobilidade para eles é uma cidade com boa mobilidade para todos”, disse a professora. À tarde, Peolla também teve um tempo de fala durante a sessão da Câmara de Vereadores para explicar a importância do Planejamento da Mobilidade Urbana.

Todos os vídeos da II Semana de Mobilidade de Ilhéus estão disponíveis em Facebook.com/InstitutoNossailheus e no Youtube.com/nossailheus

 

 

A programação continua

Na quarta-feira (19), às 8h40 será iniciado o bate-papo sobre ‘Cidade e Bicicleta’, com o presidente da Associação de Ciclismo de Ilhéus, Agnaldo Batista; o arquiteto, urbanista e supervisor do Núcleo de Projetos da Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, Alexandre Amorim; e mediação do presidente do Rotary Club de Ilhéus Jorge Amado, André Luís Fonseca.

 

Às 9h30, será lançado oficialmente o Concurso ‘VivaACidade’, que visa selecionar e premiar do melhor projeto conceitual de intervenção urbana do entorno da Central de Abastecimento de Ilhéus, com foco na melhoria da acessibilidade e mobilidade. Poderão participar estudantes regularmente matriculados nos cursos de bacharelado em Urbanismo e de Arquitetura e Urbanismo do estado da Bahia.

 

Às 10h, acontecerá o bate-papo ‘Cidade e Transporte Público’, com o representante da empresa São Miguel, Josemir Dias (“Joca”), que irá apresentar o Projeto de Integração do Transporte Coletivo de Ilhéus, com mediação da arquiteta e urbanista e professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia, Débora Santa Fé.

 

No domingo (23), às 7h30, acontece o ‘Bicicletaço’, com percurso do Hernani Sá até a Avenida Soares Lopes. Os interessados em participar devem fazer sua inscrição gratuita no Colégio Estadual Moysés Bohana, no Colégio Estadual Professora Horizontina Conceição ou com o diretor de eventos da Associação dos Criativos do Hernani Sá, Odailson Aranha (73 99961-2376).

 

Ainda no domingo, no bairro da Sapetinga, às 15h, será comemorado o primeiro ano do projeto ‘Pista Fechada, Vida Saudável’, que foi iniciado na Semana de Mobilidade do ano passado e virou lei, permitindo o fechamento, aos domingos e feriados, de vias públicas em pontos específicos da cidade, para dar amplo acesso à população para a prática de atividades esportivas, de lazer, cultura, entretenimento e comércio.

 

Realização e apoios – A programação da Semana de Mobilidade faz parte do projeto MobCidades – Mobilidade, Orçamento e Direito à Cidade, financiado pela União Europeia, coordenado pelo Instituto de Estudos Socioeconômicos (INESC), e articulado localmente pelo Instituto Nossa Ilhéus. O objetivo é fortalecer políticas de mobilidade urbana no Brasil por meio do monitoramento do orçamento público para o setor. O projeto reúne 10 movimentos de diferentes cidades brasileiras, sendo o INI o único na Bahia.

A Semana de Mobilidade de Ilhéus tem como co-executores a Universidade Federal do Sul da Bahia – UFSB, Associação dos Surdos de Ilhéus – ASI, Rotary Club de Ilhéus e Associação dos Criativos do Hernani Sá. Também tem apoio de Câmara de Vereadores de Ilhéus, Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, IFBA, Associação Ilheense de Ciclismo, Rotary Club de Ilhéus Jorge Amado, Canabrava All Inclusive Resort, Hotel La Dolce Vitta, Jardim Atlântico Beach Resort, Microlins, Centro de Referência à Inclusão Escolar (Crie), a Ativa Ideia Produção Cultural e Comunicação, Colégio Estadual Moysés Bohana, Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães e Colégio Estadual Professora Horizontina Conceição, Mobili Planejamento e Consultoria.

Instituto Nossa Ilhéus (INI) – Fundado em 09 de março de 2012, o Instituto é uma iniciativa da sociedade civil organizada, apartidária com o título de OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público. Busca a aproximação da sociedade civil e do poder público em suas ações, com o objetivo maior de melhorar a cidade, e tem como eixos de atuação ‘Educação para Cidadania’, ‘Monitoramento Social’ e ‘Impacto em Políticas Públicas’. Tem como financiador o Instituto Arapyau. Localiza-se na Rua Eustáquio Bastos, nº 126, 8º andar do Edifício Kauffman, no Centro, em Ilhéus. O INI está aberto a todos que desejam engajar-se em suas atividades. Acompanhe o site www.nossailheus.org.br.

Leave a Reply